Instalada CPI que vai investigar Taxa de Lixo em Florianópolis

A Câmara de Vereadores de Florianópolis abriu, nesta sexta-feira (02/03), uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar os valores cobrados pela Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos (TCRS) na Capital.
A sessão foi  convocada pelo vereador Dalmo Deusdedit Meneses (PSD). O vereador Rafael Daux (MDB),foi escolhido como presidente, e Marquito (PSOL), relator.

O vereador Rafael Daux marcou a próxima reunião para terça-feira (06/03) às 10h, em que será definido o calendário de atividades da Comissão. O responsável pela relatoria tem o prazo de 15 dias para apresentar o relatório preliminar, que indicará a necessidade ou não de investigação.
Além de Rafael Daux e Marquito, fazem parte da CPI os vereadores Afrânio Boppré (PSOL), Claudinei Marques (PRB) e Dalmo Deusdedit Meneses (PSD).

Entenda o caso


No início deste ano, a prefeitura encaminhou para cerca de 20 mil imóveis do município os carnês de cobrança da taxa de lixo. Com a proposta de corrigir o erro causado por conta do redutor, aplicado no ano de 2004, os comerciantes viram o imposto subir até 200%. O Executivo estava cobrando o valor correspondente aos últimos cinco anos em que as diferenças não foram pagas.
Como medida inicial, os vereadores reuniram-se no início do ano com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (MDB), em que definiram ações que serão tomadas para os anos de 2018 e 2019 sobre a cobrança da Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos (TCRS).

Fonte: CMF
Foto/Divulgação: CMF

Categoria:VARIEDADES

Deixe seu Comentário